Com a intenção de abrir o mercado internacional para negócios goianos de base tecnológica, o Governo de Goiás tem promovido missões para países da América Latina. A primeira ocorreu na Bolívia, onde empresas goianas participaram da Expocruz 2023, a maior feira multissetorial da América Latina, e voltaram com perspectivas de exportação de seus produtos. Outras duas missões devem ocorrer ainda neste mês para Chile e Colômbia.

As missões acontecem dentro do programa Inova Export, criado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG). O objetivo é ajudar empresas tecnológicas goianas a prospectar e oportunizar ambientes de negociação com os outros países. “A internacionalização de negócios inovadores é uma importante estratégia para a competitividade do estado”, diz o titular da Secti, José Frederico Lyra Netto.

Goiás foi uma das 33 delegações internacionais presentes na Expocruz 2023, que teve público total de mais de 460 mil visitantes. A participação foi no Pavilhão Brasil, que se destacou como o maior espaço da feira. A Expocruz reuniu 121 expositores e 2.428 marcas expostas, que fecharam mais de 209,4 milhões de dólares em intenção de negócios durante os dias de evento. “As empresas goianas também tiveram boa aceitação no mercado boliviano”, relata a gerente de Internacionalização de Empreendimentos Inovadores da Secti, Sara do Socorro Silva, que acompanhou a missão.

Além de possíveis negócios, a delegação goiana finalizou os trabalhos na ExpoCruz com a possibilidade de fechar parceria com as universidades Tecnológica Privada de Santa Cruz de La Sierra e a Autónoma Gabriel René Moreno, em busca de conexões entre ambientes de inovação goianos e bolivianos.

Seminário
A comitiva participou também do Seminário Empresarial Brasil-Bolívia, que teve rodadas de negócios na Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo da cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra. Foram realizadas reuniões na embaixada e no consulado do Brasil na Bolívia, na Câmara Boliviano-Brasileira de Comércio e na diretoria de Negócios da ApexBrasil.

Atualmente, o Inova Export possui 18 empresas sendo atendidas e as missões comerciais internacionais fazem parte da última etapa de preparação para comercialização exterior. Ao todo, os participantes passaram por nove etapas de seleção e qualificação para prepará-los para a expansão de suas atuações no mercado externo.

Estão previstas três missões da Secti para o exterior. A primeira foi realizada de 22 de setembro a 1º de outubro; a segunda será de 8 a 14 de outubro em Bogotá, na Colômbia, quando 10 empresas vão expor seus produtos e serviços; e a terceira, de 22 a 28 de outubro em Santiago, no Chile, oportunidade em que cinco gestores viajarão até o país em busca de novos negócios.