Nesta quinta-feira, 21, a Polícia Civil de Barro Alto recebeu a informação de que dois homens estariam na Zona Rural da cidade aplicando golpes nos produtores rurais. De imediato foram iniciadas as investigações, descobrindo-se que tratava de uma associação criminosa que estava aplicando golpes de aproximadamente R$ 50 milhões em empresários do Agronegócio nos estados de Goiás e Distrito Federal.

Os golpes consistiam na compra fraudulenta de gado, fazendas e maquinários, sendo que com os supostos criminosos foram apreendidos inúmeros cheques, documentos pessoais, procurações e dinheiro em espécie, confirmando a prática dos crimes.

O texto da publicação continua após a publicidade

Os dois suspeitos foram presos em flagrante pela Polícia Civil de Barro Alto e já se encontram a disposição da justiça. De acordo com a polícia, existe ainda um terceiro suspeito que se encontra foragido e a Polícia Civil continuará as investigações para identificar outros possíveis envolvidos na prática delituosa.

A polícia informou ainda que os dois presos possuem vasta ficha criminal por diversos crimes, em especial crimes de estelionato.