A Polícia Civil de Goiás, através do Grupo Especial de Investigações Criminais da 7ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), em conjunto com a Polícia Militar de Goiás, deflagrou, nesta terça-feira, 26, a segunda fase da Operação Ruptura.

Foram cumpridos três mandados de prisão temporária, oito de busca e apreensão e três prisões em flagrante delito. A ação policial teve como principal objetivo desmantelar um grupo criminoso envolvido com tráfico de drogas e armas ilegais no município de São Luís de Montes Belos.

O texto da publicação continua após a publicidade

Durante o cumprimento das ordens judiciais, as equipes policiais lograram êxito em encontrar e apreender diversas porções de drogas ilícitas, balança de precisão, saquinhos ziplock, apetrechos utilizados para embalar entorpecentes, valores em espécie, vários aparelhos celulares e um drone que era utilizado no monitoramento pelo grupo criminoso.

Entenda o caso
A primeira fase da operação foi deflagrada no dia 2 de fevereiro deste ano, em São Luís de Montes Belos. Em desdobramento, os investigadores ampliaram a linha investigativa e evidenciaram uma rede criminosa envolta de um dos investigados aliado às organizações criminosas. Foi constatado que o referido investigado captou indivíduos para se associarem a ele, a fim de manterem os negócios do crime, movimentando drogas ilícitas destinadas ao comércio e ocultando armas de fogo em prol da associação.