O Goianésia Esporte Clube fez história na tarde desta quinta-feira, 18. Jogando no estádio Amintas de Freitas, em Jaraguá, o Azulão do Vale não tomou conhecimento do “Jecão” e venceu a equipe da casa pelo placar de 3 a 1. O jogo, válido pela semifinal, credenciou o Goianésia a disputar a grande final do Goianão pela primeira vez em seus 65 anos de história.

A vitória azul começou a ser desenhada ainda no primeiro tempo. Aos 26 minutos, após cobrança de escanteio de Andrezinho, o zagueiro Caio subiu de cabeça entre a defesa do Jaraguá e testou para o fundo das redes. O Jaraguá até chegou a empatar aos 47 com Anderson, mas dois minutos depois o Goianésia fez o segundo gol com Fábio Leite acertando um chutaço do meio da rua.

Veio o segundo tempo e o Azulão do Vale continuou apertando, tanto é que aos sete minutos, após finalização, a bola bateu no braço do zagueiro Matheus e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Rômulo bateu forte no centro do gol, e ampliou para o Goianésia aos 11 minutos. 3 a 1.

Bem postado, o Goianésia soube se defender daí pra frente e não permitiu que o Jaraguá buscasse a virada. Após o apito final, coube ao Azulão do Vale comemorar a classificação histórica à grande final, onde irá enfrentar o Atlético Goianiense no próximo dia 27, no estádio Antônio Accioly.

O Goianésia também se classificou para a Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro Série D.