Na tarde desta segunda-feira, 01, uma reunião entre os integrantes do Comitê de Combate à Covid-19 e o prefeito Leonardo Menezes, deverá definir um novo lockdown em Goianésia. A reunião está programada para acontecer no início da tarde no Paço Municipal.

Os números na cidade ainda não são assustadores, mas a última atualização no sistema da Secretaria Estadual de Saúde - SES - aponta que das 18 regiões avaliadas, apenas 1 não está sob calamidade pública, ainda. A situação crítica exige das autoridades municipais maior rigidez quanto as medidas de flexibilização para retomada das atividades comerciais.

Em praticamente todas as regiões, os casos de contaminação com novo coronavírus aumentaram consideravelmente. O sistema de saúde pública de Goiás pode entrar em colapso, caso a taxa de contaminação não seja reduzida.

Também é grande a preocupação com a ocupação dos leitos de UTI. Mesmo reforçando a disponibilidade, os hospitais públicos reunidos têm capacidade para atender 407 pessoas, mas opera na capacidade máxima. Neste domingo, 28, a taxa de ocupação era de 95,82% e restando apenas 17 leitos para atender toda a comunidade goiana.