O governo federal anunciou, na quarta-feira, 31, o calendário de pagamento das novas parcelas do auxílio emergencial. O crédito estará disponível na terça-feira, 06, para trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único - CadÚnico, e, no próximo dia 16, para beneficiários do Bolsa Família.

Desta vez, o auxílio será limitado a uma pessoa por família. Mulheres chefes de família monoparental, no entanto, terão direito a R$ 375, e indivíduos que moram sozinhos (ou seja, família unipessoal) receberão R$ 150. O governo prevê o pagamento de quatro parcelas mensais de R$ 250.

Cerca de 45,6 milhões de pessoas devem ser contempladas com o benefício, que será concedido automaticamente ao trabalhador que já estava recebendo o auxílio em dezembro de 2020, assim sendo, não é possível solicitar o pagamento do subsídio. Além disso, é necessário cumprir todas as regras de elegibilidade em 2021, o que significa dizer que nem todos os brasileiros que recebiam o benefício seguirão aprovados.

Para saber se você foi aprovado para a nova rodada do auxílio emergencial, clique aqui. É necessário informar seu CPF, nome completo, nome completo da mãe, e data de nascimento.