Em março, choveu menos do que o esperado nas principais bacias do Sistema Interligado Nacional - SIN, por isso, o custo de energia elétrica será maior neste mês de abril, quando as contas de luz terão bandeira amarela.

Apesar da pouca chuva, o volume não foi baixo o suficiente para adotar a bandeira vermelha, que não é acionada desde dezembro de 2020, assim, com a bandeira amarela, o custo adicional será de R$ 1,343 para cada 100 kWh consumidos.