Uma situação pouco comum ocorrida na Índia chamou a atenção da imprensa local. Uma mulher morreu no meio do casamento, poucos antes de dizer “sim”, e então os familiares dela e do marido decidiram fazer algo para não perder a cerimônia: o homem mal teve tempo de tornar-se viúvo, já que casou com a cunhada. As informações são do BHAZ.

O caso ocorreu na aldeia de Samaspur, no estado indiano de Uttar Pradesh. De acordo com o jornal Times of India, o casal se preparava para o Saptapadi, uma tradição de casamento hindu que envolve fazer sete promessas circulando ao redor do fogo.

A mulher caiu de repente ao lado do noivo, e imediatamente os familiares e amigos chamaram uma equipe médica para atender a noiva. Ao chegar no local, os médicos atestaram que a mulher havia morrido de parada cardíaca momentos antes de finalizar o casamento.

Nem a morte impediu o casamento
Enquanto levavam o cadáver para um quarto, o namorado decidiu que o casamento deveria ser feito da mesma forma e tomou a cunhada por esposa. Conforme reportagem da mídia local, a sugestão inusitada do noivo teve aprovação de ambas as famílias.

Assim, o homem acabou se casando com a irmã mais nova da primeira noiva. Um dos irmãos explicou para a imprensa que “as famílias decidiram que ela [cunhada do noivo] deveria se casar. Ela [noiva] não está mais lá, mas a união deveria ser feita da mesma forma”.