Foram apenas 11 minutos, mas o voo supersônico até o espaço da New Shepard, cápsula suborbital com sistema de foguete construído pela empresa espacial Blue Origin, marca a primeira viagem com tripulantes da companhia fundada por Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo.

Às 10h12 (do horário de Brasília) desta terça-feira, 20, o foguete foi lançado. Durante o voo, foi possível ouvir os tripulantes comemorando e dizendo que estavam felizes. "Somos uma equipe muito feliz no momento."

Após sete minutos, o propulsor do foguete voltou à terra. A cápsula com os tripulantes voltou a partir dos oito minutos, com paraquedas.

Além de Bezos, o voo contou com outros três convidados: seu irmão, Mark Bezos; Wally Funk, uma pilota de 82 anos que foi integrante do "Mercury 13", e um estudante recém-formado no ensino médio de 18 anos, Oliver Daemen, que é o primeiro cliente pagante a bordo do New Shepard.

Às 10h30, os quatro tripulantes já estavam fora da cápsula, comemorando com familiares e amigos. "Meu Deus, foi magnifico", disse Wally Funk.

A New Shepard realizou 15 voos de teste automatizados sem ninguém a bordo, antes do lançamento desta terça-feira. O voo de Bezos ocorre 11 dias depois de o também bilionário Richard Branson voar na VSS Unity, espaçonave da Virgin Galatic, ao espaço.

Branson fundou a Virgin Galactic em 2004 com o objetivo de criar uma espaçonave capaz de levar até oito pessoas, incluindo dois pilotos e seis passageiros, em voos com foguetes que chegam a mais de 80 quilômetros acima da Terra, distância que o governo dos EUA considera a fronteira com o espaço sideral.