Lojistas e empresários do ramo da confecção de Goianésia se reuniram na manhã deste sábado, 20, para discutir a implantação de um polo de confecção no município. Em pauta, a geração de inúmeros empregos e o incentivo à economia da cidade por meio do mercado da moda. A reunião aconteceu após visita do prefeito Leonardo Menezes e comitiva à Goiânia no início deste mês, em busca de investimentos para o município.

Na primeira reunião, prefeito e secretários, estiveram com o presidente da Associação dos Lojistas da Rua 44, que afirmou o compromisso de investimentos que contemplarão o município: “Vamos unir forças para poder desenvolver um polo de confecção na cidade de Goianésia, e isso é uma oportunidade grande, porque nós vamos fazer do estado de Goiás uma referência para todo Brasil”, afirmou. A ideia é atender principalmente a capital do estado, além de cidades vizinhas, fazendo movimentar a economia local.

De acordo com o prefeito Leonardo Menezes, em breve Goianésia passará por uma verdadeira expansão econômica, através da geração de emprego por meio da área da moda e da capacitação oriunda de cursos profissionalizantes na área de confecção: “A nossa busca pela geração de emprego e renda para a população continua, por isso, nos reunimos na manhã deste sábado com os empresários de Goianésia que atuam na área de confecção. Na oportunidade, discutimos ideias e sugestões para que nossa cidade se torne um braço forte da Associação de Lojistas da Rua 44 de Goiânia”, afirmou.

Carmo Cirino, presidente da Associação Comercial do Vestuário de Goianésia - ACVEG - disse que os empresários veem o momento com muito otimismo, e munidos do desejo de investir para fazer o seu negócio crescer, e assim, oferecer mais postos de emprego: “Com o apoio da prefeitura de Goianésia nós conseguiremos contratar mais funcionários e investir na capacitação de cada um deles”, afirmou.

O secretário do Trabalho, Marcos Pernambuco, também participou da reunião e reforçou a parceria do poder público com os empresários: “As portas estão sempre abertas para os empresários do município, e nós, seremos presença diária na rotina de deles, porque é através dessa ligação poderemos atender as demandas do nosso mercado. Por isso, investiremos pesado na qualificação e na capacitação de quem antes não encontrava emprego, mas que terá mais oportunidades graças aos investimentos que virão para Goianésia”, explicou.