O prefeito de Goianésia, Leonardo Menezes (DEM), não descartou a possibilidade de decretar um novo lockdown na cidade devido a falta de colaboração da sociedade. De acordo com o prefeito, houve uma determinação para que as fiscalizações sejam mais rígidas e intensas nos estabelecimentos.

“Tenho visto um relaxamento em todas as áreas da nossa sociedade, como por exemplo: bares, restaurantes, igrejas, entre outros, com a lotação máxima e não cumprindo a determinação de 50% da ocupação de seus espaços. Determinei que a fiscalização seja mais rígida e intensa em todos os estabelecimentos. Nossa intenção não é parar nada, mas se continuarmos desta forma, teremos que decretar o fechamento”, pontuou.

Leonardo enfatizou que a região de Goianésia está vivendo um momento difícil nesta segunda onda do coronavírus, apesar de que na cidade a pandemia ainda está sob controle.

“Estamos vivendo um momento difícil em nossa região, em que cidades vizinhas estão com grande aumento de casos de Coronavírus. Em Goianésia, ainda estamos no controle da situação, mas nossas UTI's, que são particulares, estão 100% ocupadas. Peço a todos compreensão e ajuda para que nossa amada cidade não seja tão afetada novamente”, concluiu.