Equipes do Corpo de Bombeiros Militares do Distrito Ferderal (CBMDF) e da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) junto com equipes do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás (CBMGO) e Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) seguem na região de Niquelândia em busca de Romilda de Fátima Santana, de 72 anos. As informações são do Plantão de Notícias 24 Horas.

A mulher sumiu em uma região de mata, próximo ao Rio do Peixe, no domingo, 03, ao fazer um passeio com a família. Ao todo, mais de 36 pessoas já participaram das buscas, que nesta terça-feira, 12, chegou no povoado de Muquém e ao longo do rio Bagagem. Do Corpo de Bombeiros foram alocadas equipes e cães do Grupamento de Busca e Salvamento do Distrito Federal e Goiás.

Além dos animais treinados para buscas de desaparecidos em área rurais e de matas, os bombeiros também utilizaram, durante a força-tarefa, drones e câmeras térmicas, equipamentos capazes de adentrar locais de difícil acesso e mapear pontos de calor e helicópteros. Porém, nenhuma pista que pudesse levar até o paradeiro de Romilda foi encontrada e ela segue desaparecida.

As equipes entraram para o 10° dia de buscas sem êxito e sem pistas. De acordo com os bombeiros de Niquelândia, nas primeiras horas do dia, as buscas continuam pela senhora Romilda se estenderam pelo Rio Bagagem e povoado do Muquém, mais nada foi encontrado. Apenas o cachorro que ela estava com ele apareceu na casa na semana passada, mais a idosa segue sumida.