Dênio José Sena, de 34 anos, foi encontrado morto em uma construção no Bairro Dona Fíica, região norte de Goianésia, na manhã deste domingo, 25, e próximo ao seu corpo um pedaço de madeira que pode ter sido usado para matá-lo, uma vez que após realização de perícia foi constatado um traumatismo cranioencefálico - TCE.

A vítima, conhecida do meio policial, por ser usuária de crack, pode ter sido morta após rusga por causa de entorpecente. Esta é uma das linhas de investigação, porém, desde o encontro do corpo, tanto o serviço de inteligência do 23º Batalhão da Polícia Militar, quanto agentes da Polícia Civil investigam o crime.

O corpo de Dênio foi encontrado por uma senhora que passava pelo local e percebeu uma pessoa imóvel caída ao chão. A Polícia Militar foi acionada, isolou a cena do crime e posteriormente a Polícia Técnico-Científica realizou a perícia, constatando assim que havia ocorrido um homicídio ali.

Após a realização de exames cadavéricos no Instituto Médico Legal - IML, o corpo de Dênio José foi liberado que familiares o sepultasse. As investigações continuam e as forças policiais de Goianésia esperam que a qualquer momento os envolvidos sejam localizados e presos.