No início da noite desta quarta-feira, 05, a Polícia Militar foi acionada e deslocou até a Rua 29, Bairro Carrilho, região oeste de Goianésia, onde registrou uma ocorrência de violação de domicílio.

De acordo com a polícia, uma mulher de 48 anos havia invadido a casa do ex-companheiro e se recusava a sair. Chegando na casa, os PM’s se depararam com a mulher sentada na garagem, próxima a uma tomada, carregando o aparelho celular, que já deixou claro que só sairia dali algemada.

O homem disse que a ex havia aproveitado do momento em que ele abriu o portão para sair e entrou sorrateiramente. Os policiais bem que tentaram fazer com que ela colaborasse e saísse de forma amigável, sem que houvesse a necessidade de conduzi-la à Delegacia de Polícia, uma vez que o homem pedia apenas para que a retirasse de dentro de sua casa.

A polícia informou que a mulher ainda ligou para seu advogado, que também tentou fazer com que ela mudasse de ideia, mas ela estava irredutível.

Diante da recusa em atender à solicitação dos policiais, de seu ex e de seu advogado, os militares não tiveram outra alternativa a não ser algemá-la e conduzi-la para a Delegacia de Polícia.